Buscar
  • Roberto Prudente

Será que é possível termos um PMO ágil?



Sim, é possível. O AMO permite que os processos sejam planejados e bem definidos, incorporando toda a equipe aos poucos. Trata-se de uma evolução do PMO Agi.


Pode parecer estranho alterar um projeto na reta final, mexendo em seu design inicial. Alguns Líderes podem ter medo de fazer essa mudança, uma vez que ela poderia trazer prejuízos financeiros à organização – que não deixa de ser factível, já que iniciativas Agile também podem falhar.


Então, qual seria a diferença entre Agile Management Office e Program Management Office?

Conforme dito anteriormente, o AMO é uma evolução do PMO, pois oferece maior suporte aos projetos que estão experimentando o Agile.


O Program Management Office foi criado para responder a perguntas como “entregamos tudo no tempo correto?”, “estamos dentro do orçamento?”, e outras métricas, porém com pouco foco o usuário e na entrega de valor.


Geralmente, esse sistema em cascata utilizado pelo PMO não garante que tudo saia como o planejado, fazendo com que o sprint final do projeto apresente falhas sérias. Outro ponto é o baixo valor agregado no projeto como um todo, especialmente devido às entregas grandes e lentas, que prejudicam a experiência do usuário, que somente tem acesso ao produto já em estágio muito avançado de construção.


No Agile Management Office utilizamos práticas e Agile e princípios Lean – sempre com foco no usuário e na entrega de valor.


\por conta de N fatores, algumas organizações ainda tendem a manter abordagens híbridas que contemplam modelos em cascata, modelos adaptativos e ágeis, ou mesmo modelos híbridos. O AMO ainda que abrace os métodos ágeis e principalmente seus princípios, deve ter sólida experiência nos modelos preditivos que ainda permeiam a grande maior dos projetos mais complexos e estratégicos.

Há quatro diferenças entre as duas abordagens, que listaremos a seguir:

  1. Acompanhamento da produtividade e das entregas;

  2. Coordenação entre equipes;

  3. Priorização com o que realmente importa;

  4. Governança para flexibilizar demandas.

O PMO Ágil é:

  • Focado em pessoas;

  • Direcionar a prestar serviço;

  • Direcionado ao monitoramento e controle sútil de projetos;

  • Leve por definição;

  • Simples de ser entendido;

  • Promover a aplicação de uma governança ágil;

  • Focado na melhoria contínua do próprio PMO;

  • Focado em padrões e documentações enxutas.

Fonte: Internet

1 visualização