Buscar
  • lucasmargaria4

Robotic Process Automation (RPA): O que é e qual sua importância na transformação digital?

O termo Robotic Process Automation, também conhecido como RPA, tem ganhado cada vez mais destaque em grandes empresas.


Para se ter uma ideia, 63% dos gestores entendem que esse é um dos maiores componentes da transformação digital. O conceito, por sua vez, tem a ver com a maciça utilização de tecnologia dentro do ambiente corporativo, facilitando e agilizando os processos.


Hoje, entende-se que estar de acordo com as novas demandas de mercado é obrigatório para disputar espaço com outros grandes players, independentemente do setor de atuação. Acompanhar os demais é simples, complicado é se mostrar à frente quando todos buscam o sucesso.


Com isso em mente, fica clara a necessidade de implantar o Robotic Process Automation (RPA) nos negócios de qualquer empresa, qualquer que seja seu tamanho. Para entender o que é, como aplicá-lo, seus benefícios e exemplos de utilização confira o texto abaixo.


Entenda como funciona o Robotic Process Automation


De acordo com o Institute for Robotic Process Automation and Artificial Intelligence — IRPA AI, o conceito de RPA é claro: é a aplicação de tecnologia na captura, configuração e interpretação de softwares. Dessa forma, possui a função de processar transações, manipular informações, buscar respostas e se comunicar com outros sistemas.


Na prática, pode-se entender que o RPA é a evolução da automação comum, principalmente por um simples motivo. Enquanto a versão padrão somente agiliza os processos, essa tecnologia também consegue aprender conforme realiza as atividades. Resulta na adição da Inteligência Artificial (AI) à automação de tarefas cotidianas.


Como o RPA se relaciona com a transformação digital?


A transformação digital chegou ao mercado corporativo com força, recriando e adaptando diversos conceitos utilizados desde sempre. Sua principal característica, ao final, é a inclusão da tecnologia no cotidiano, trazendo novas soluções a problemas tradicionais.


Nesse contexto, o Robotic Process Automation se apresenta como fator importante da digitalização como um todo. Em outras palavras, não é obrigatória a utilização de RPA para concluir esse ciclo, mas certamente, ela facilita sua evolução.


Muito se dá por sua capacidade de tratar uma grande quantidade de dados de maneira automatizada, acelerando e melhorando sua análise. Mais do que isso, inúmeros desafios operacionais são resolvidos ou auxiliados com sua ajuda.


Confira detalhadamente alguns benefícios dessa solução:


Automatização de Processos

A automatização dos processos é um grande trunfo para qualquer negócio, em especial os que lidam com muitas informações. Nesse caso, O RPA permite que o trabalho, antes feito manualmente, possa ser realizado de maneira mais constante e eficaz.


Capacitação da Equipe

Ao contrário do que muitos pensam, o RPA não se apresenta como um “concorrente” dos profissionais humanos. Na realidade, a ferramenta tem como grande benefício poder treinar e capacitar sua equipe.


Isso é possível por conta de sua facilidade de interação e análise rápida. Assim, o software consegue instruir os colaboradores com caminhos mais simples para realizar as mesmas tarefas.


Velocidade dos Processos

Há um notável ganho de velocidade nos processos operacionais; na prática, significa que atividades outrora lentas, poderão ser realizadas em minutos.


Ter uma equipe que compreenda o RPA, portanto, é obrigatório para colher os frutos da adesão à ferramenta. Da mesma forma, aproveitar essa agilidade será um diferencial de sua empresa no mercado.


Aumento da Produtividade

Tudo acima citado resulta em um grande aumento da produtividade de sua organização, com índices nunca vistos.


Para tanto, é preciso seguir o passo a passo do software e, assim, tirar o melhor que ele tem a oferecer. Se feito corretamente, o processo pode trazer uma notável vantagem competitiva.

Como planejar a transformação da sua empresa com RPA?


Boa parte do encanto que o RPA traz ao mercado está em sua implementação, em especial pela rapidez. Para isso, provedores oferecem soluções de fácil manuseio, podendo ser utilizadas por trabalhadores com pouco ou nenhum conhecimento na ferramenta.


É importante destacar, por outro lado, que essa aplicação é a mais básica, sendo necessário maior investimento e conhecimento para ter todos seus benefícios. Com isso, entende-se que o processo de planejamento da transformação digital em sua empresa com Robotic Process Automation deva seguir os seguintes passos:


Planejamento e Estratégia

O primeiro ponto a focar quando decidir por implementar o RPA está no planejamento. Aqui deve haver uma estratégia para essa adesão, evitando que o processo seja feito pulando etapas, resultando assim em problemas futuros.


Na realidade, é importante definir objetivos claros e mensuráveis. Feito isso, chega o momento de buscar formas de torná-los viáveis por meio da ferramenta.


É esse planejamento que fará com que o sucesso chegue à empresa, seja ele no faturamento ou no relacionamento com os clientes. Independentemente de seu foco, o plano de aplicação do software deve ser feito com cuidado e atenção.


Governança e Escalabilidade

Dentro do plano citado acima, é preciso separar um espaço para definir o dimensionamento da campanha. Nesse caso, considera-se a necessidade de software e hardware para alcançar os objetivos destacados. De nada adiantará, afinal, buscar grandes resultados com investimento mínimo na ferramenta.


Por isso, o departamento de TI atua aqui como um facilitador, sendo encarregado dessa previsão. Assim, terá que compreender as necessidades da companhia, os objetivos definidos e, com isso, dimensionar a plataforma necessária.


Já se feito de maneira incorreta, pode haver gargalos no processo, tornando a tecnologia ineficiente e falha.


Estabilidade do Sistema

Outro ponto que necessitará do conhecimento do departamento de TI é a garantia de um sistema estável. Afinal, não faz sentido investir em uma solução de automação se seu próprio software não consegue fornecer um ambiente virtual estável.


Com isso, entende-se que, antes de verificar a implementação do RPA, seja preciso analisar sua viabilidade. Em muitos casos, outros investimentos são necessários antes desse passo.

Seguir essa lógica se apresenta como um caminho coerente para garantir as funcionalidades do sistema e de todo o processo, agora automatizado.


Mudança Organizacional

A aplicação do Robotic Process Automation em uma empresa também possui seus desafios. Um deles — senão o maior — é fazer com que sua equipe entenda os benefícios da ferramenta, não a vendo com uma concorrente.


Essa é uma grande transformação que sua organização irá passar, e todos devem estar cientes das mudanças. Sugere-se, então, o treinamento de todo o time, deixando claro, sempre, que a plataforma vem para agregar.


Ao demonstrar como a tecnologia irá facilitar suas vidas e os auxiliar em suas rotinas, o sucesso se torna bem mais palpável. E, para isso, é importante iniciar esse processo pela conscientização dos gestores, que passarão a mensagem e a tranquilidade adiante.


Métricas Bem Definidas

Em qualquer planejamento estratégico, é preciso definir os objetivos esperados, conforme dito anteriormente. Mas além disso, também é ideal a utilização de métricas que permitam compreender o andamento do processo como um todo.


No momento de defini-las, entretanto, se faz necessário seguir algumas regras para ter métricas possíveis de serem alcançadas:


Indica-se que todos seus objetivos sejam mensuráveis, gerando um valor real para comparação, como “aumento de 15% no faturamento frente o mesmo período do ano passado”, e não apenas “aumento de faturamento”.


Foco Dedicado

Por ser uma importante ferramenta no planejamento e rotina de qualquer empresa, o Robotic Process Automation deve ter um foco exclusivo. Não é possível buscar o sucesso com este software se estiver pensando em diversas outras questões.


Ainda que simplificado, seu trato pode se tornar complexo se não for sua prioridade, trazendo resultados abaixo do esperado.


É comum que companhias estimem erroneamente o esforço que terão com essa implementação. Com isso, apresentam dificuldades em aplicar e manter o sistema funcionando.


Em geral, 40% delas afirma que o processo tomou mais tempo e recursos do que se esperava. Assim, com foco e determinação, é possível evitar esse tipo de situação facilmente.

Conte com a iBlue para implementar o Robotic Process Automation


Como é possível perceber, a transformação digital do mercado traz novas demandas às empresas. E automatizar seus processos, garantindo agilidade e eficiência em sua rotina é cada dia mais imperativo. Logo, o mais indicado é contar com parceiros que te auxiliem durante toda a implementação.


A iBlue surge como o parceiro ideal para sua empresa. Com mais de 120 colaboradores, possui uma equipe apta a te auxiliar em qualquer tarefa. A companhia atua com uma operação de ponta a ponta, estando ao seu lado no desenho e na implementação do RPA, mas principalmente, na gestão de serviço das melhores soluções digitais, web ou mobile.


Você tem interesse nesse tema? Gostaria de implantá-lo na sua empresa?

Tire suas dúvidas com os nossos especialistas. Entre em contato.


26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo